• Flavia Pinheiro Zanotto

Você é pós-graduando? Veja como escrever seu artigo científico além da tese.

Atualizado: 30 de set.



A publicação de artigos científicos é a principal maneira pela qual o pós-graduando pode divulgar os resultados de sua tese. Se você é pós-graduando ou finalizou sua tese, não deixe-a apenas no banco de dados da universidade, mas sim divulgue para o maior número de pessoas possíveis. E ter um artigo publicado traz um grande orgulho...

Vamos abordar então aqui as regras práticas para você escrever o seu artigo científico.


Os 7 passos para preparar um artigo científico de sucesso


Passo 1. Tenha o objetivo da tese bem claro

Portanto, escrever o artigo científico se torna mais fácil quando você tem o objetivo de sua tese claro e bem focado. O objetivo pode ficar mais claro se você formular como uma pergunta.

Por exemplo, recentemente, quando se notou o aumento do número de casos de microcefalia, os pesquisadores formularam as seguintes perguntas. Existe associação entre microcefalia e infecção pelo vírus Zika? Essa associação é do tipo causa-efeito?

Veja mais detalhes sobre objetivos bem definidos aqui.


Passo 2. Para que revista científica você vai mandar o artigo?

Existe uma variedade de periódicos científicos nas diversas áreas do conhecimento. Nos periódicos de grande impacto, que são os mais procurados pelos autores, a proporção de recusas é maior. Depois de escolhido o periódico tente moldar o seu artigo científico no enfoque da revista e pensar quem serão os leitores dessa revista. Veja mais informações aqui sobre como escolher a revista.


Passo 3. Redija a estrutura do artigo

Qualquer escrita científica deve ter uma sequência lógica. Segue uma introdução, o desenvolvimento do tema e uma conclusão. Na maioria dos periódicos adota-se o formato IMRD, iniciais de introdução, método, resultados e discussão. Veja mais detalhes nesse link. Em cada uma das partes, as informações para o leitor entender o que foi feito deve estar lá e deve convencê-lo da adequação e da credibilidade da conclusão a que chegaram os autores.

Passo 4. Revise o texto várias vezes

A finalidade das revisões é assegurar-se de que as palavras utilizadas reflitam corretamente o que o autor tem a relatar e seja um texto conciso. Várias revisões são habitualmente necessárias. Outros objetivos das revisões envolvem confirmar números, eliminar erros de grafia e de gramática, retirar repetições e suprimir o supérfluo.

Veja mais informações sore a edição de seu artigo aqui.


Passo 5. Assegure-se de que não há falhas de redação

A legibilidade é responsabilidade do autor. Depois das revisões do texto e de se esgotarem as consultas a colegas de trabalho e autoridades no tema, uma possibilidade para certificar-se de ausência de falhas no texto é consultar profissional da área. Escolha alguém que o assista em questões gramaticais e de redação, mas sem mudar seu estilo. Se a colaboração dessa pessoa for substancial, recomenda-se que o auxílio seja reconhecido na parte de agradecimentos.


Passo 6. Submeta o artigo para publicação

Sugere-se ler a parte de “instruções para autores” da revista que irá publicar. Siga estritamente o que lhe é pedido nas instruções. A submissão de material em desacordo com as normas retarda seu processamento, não raramente sendo motivo de "idas e vindas" antes de revisá-lo.

O editor, de posse do artigo, providencia para que pessoas experientes, inclusive ele próprio, o avaliem. O texto será submetido à visão de especialistas, em princípio, exímios conhecedores do tema da pesquisa e de questões de método. Essa é a essência do processo de revisão por pares (peer review em inglês), adotado nas revistas respeitadas pela comunidade científica.


Passo 7. Lide adequadamente com editores e revisores

Agora você deve esperar os revisores avaliarem. Ele pode chegar logo ou demorar semanas, mesmo meses. No caso de demora excessiva, vale a pena escrever mensagem ao editor solicitando esclarecimentos sobre o andamento da avaliação. Veja o que fazer corretamente nesse link. Em caso de aceitação pelo editor, o autor precisará apenas adaptar seu material às sugestões dos revisores. Se a decisão for pela recusa, o caminho para o autor é a serenidade. Editores e revisores são seres humanos, ciosos da posição que ocupam de decidir o destino do artigo que avaliam. Podem errar, mas raramente o admitem. Ocorre que não há espaço na revista para todos os artigos submetidos. Nem sempre a recusa é produto de julgamento de valor sobre a qualidade do texto. Evite pedir explicações adicionais ao editor, pois elas raramente são dadas. O que fazer? Talvez outro periódico o aceite. Autores experientes já passaram por atribulações semelhantes. Tente, sem esperar muito, submeter para outro periódico. Antes, revise o texto e incorpore as sugestões pertinentes que o editor da revista anterior havia lhe enviado.

Veja mais detalhes aqui.


Referências:

http://dx.doi.org/10.5123/s1679-49742017000300023



79 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo