• Flavia Pinheiro Zanotto

Medical Writing: qual o seu papel?


Medical Writing: qual o seu papel?
Medical Writing: qual o seu papel?

O termo Medical Writing se refere a um termo bastante difundido nos Estados Unidos e na Europa, onde o medical writer presta serviços para a indústria farmacêutica na redação e elaboração de um artigo científico ou para a elaboração de projetos para agências regulatórias.


Aqui no Brasil ainda não existe uma tradução direta para esse tipo de serviço, mas poderíamos chamar tentativamente de Escrita Médica.


Muito mais abrangente do que a edição científica de um texto, o medical writer monta o artigo, a partir de resultados científicos já finalizados. Obviamente a metodologia experimental do trabalho já está também definida. A partir daí o medical writer elabora a introdução e a discussão para o artigo, de maneira clara e estruturada, com a experiência que possui no processo de redação científica.


O medical writer precisa ser capaz de entender o raciocínio clínico e o raciocínio científico para ajudar o médico, grupo de pesquisa ou a indústria farmacêutica. Isso implica em entender os processos de anamnese, diagnóstico e tratamento da doença, não de modo técnico, papel do médico, mas do processo e elaboração de um texto científico seguindo o raciocínio científico. O medical writer também ajuda a trabalhar na formulação da hipótese de pesquisa do trabalho científico e seguir a metodologia científica para estruturar bem o trabalho. Portanto, o medical writer precisa ser capaz de entender todos esses passos e processos para ajudar e corrigir falhas no processo da construção do artigo científico, juntamente com o autor do artigo.

O interessante é que não existe nenhuma problema ético lá fora para esse tipo de serviço, pois durante a construção do artigo os autores participam da edição e revisão do texto, sugerem artigos-chave na área e fazem críticas durante todo o processo de redação do artigo.


As boas universidades brasileiras, principalmente na área médica, tem colocado como meta para os médicos e profissionais da área de saúde que fazem a pós-graduação em certo momento de suas carreiras, a publicação de suas teses como parte do processo na conquista de um título de mestre ou doutor na área.

Nesse caso, o pós-graduando participa ainda mais do processo do medical writer, pois tem grande conhecimento dos artigos que já leu em sua área, sabe bem o assunto que está trabalhando e pode contar com esse tipo de parceria do profissional na finalização de sua tese e do artigo científico que deve vir em seguida.


Consulte as associações de medical writer nos EUA (AMWA) e a europeia (EMWA) para entender melhor esse tipo de trabalho e as implicações éticas.


34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo