• Flavia Pinheiro Zanotto

Escrevendo um artigo científico médico

Atualizado: 22 de jul.



Por que escrever um artigo científico por um médico que faz uma #posgraduacao, por exemplo, é tão difícil? Isso comparado com o médico que faz pesquisa acadêmica de maneira rotineira?

O que acontece com o médico que não vive de pesquisa ou da pesquisa, e que possui sua própria clínica e resolve reciclar e se aprofundar fazendo uma pós-graduação em uma área específica que lhe interessa? A pós-graduação é feita paralelamente à sua prática clínica.

Esse trabalho se torna altamente desgastante, pois o tempo é restrito e a pós-graduação geralmente necessita de dedicação e um certo aprofundamento no conhecimento da metodologia científica, desenho experimental, coleta de dados e, por útlimo, na escrita de um artigo científico advindo da tese.

Portanto, é um grande feito o médico que consegue aliar as duas coisas, defendendo uma tese e publicando-a depois.


A escrita médica (#medicalwriting) é uma prática comum no exterior, principalmente nos EUA, pois envolve a ajuda de um profissional através da redação científica do artigo, andando sempre de mãos dadas com o médico durante todo o processo. E o mais interessante é que hoje as melhores faculdades médicas com pós-graduação exigem que os médicos fazendo um mestrado ou doutorado publiquem sua tese como parte dos pré-requisitos para uma pós-graduação de sucesso. Por exemplo a UNIFESP e a FMUSP, em São Paulo.


Aqui vamos dar umas dicas de como iniciar a redação de um artigo:


1. Métodos e Resultados são as primeiras partes a se escrever (a procrastinação já foi colocada de lado, iniciando)


2. Imprimir os gráficos e tabelas em ordem numérica, visualizar cada um e pensar quais foram os achados.


3. Escrever agora as Conclusões principais, em itens, numerados, para facilitar. Talvez depois venham mais itens para a conclusão, mas escreva as principais que lembrar agora.


4. O próximo passo é a Discussão: rever as anotações de cada artigo que foi lido por você anteriormente e começar a escrever o texto, sem parar para arrumar errinhos que apareçam. Essa edição virá depois. Assim você não perde o fluxo das idéias


5. A Introdução agora já pode ser escrita, pois você já sabe qual foi o foco da discussão e vai se concentrar no foco da discussão. Escrevendo conceitos da área e afunilando até colocar no último parágrafo os objetivos do seu trabalho.


6. Resumo finalmente... Sempre por último.


São 6 itens importantes de um "algoritmo" simples, imprima e coloque esses itens na sua frente no local em que vai trabalhar no seu artigo.


Seguindo esse roteiro, você escreve esse seu artigo em alguns dias (se tiver esse tempo contínuo para escrever). Se não, cada seção pode ser escrita em 1 dia ou parte do dia, em momentos separados, que é aquilo que geralmente acontece com a maioria das pessoas que possuem outras funções ou afazeres.


Aproveitem...


* Precisando de ajuda para trabalhar em seu artigo procure a Escrever Ciência ou contato com whatsapp (11 996574524) ou flaviapz@assessoriaciencia.com


78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo