• Flavia Pinheiro Zanotto

Reforçando dicas para um artigo de sucesso



Mais sugestões para escrever seu artigo com sucesso e conseguir publicar...


1. SAIBA QUAL É A SUA HISTÓRIA

Em minha experiência, a maioria dos redatores científicos concordam que contar uma história em seu artigo é essencial. Mas o que eu descobri é que a maioria das histórias contadas nos artigos poderia ser mais concisa - por exemplo, com uma mensagem central mais claramente definida e as principais conclusões bem claras.


Além de melhorar a qualidade de um artigo, escrever um artigo sem saber qual é a história também desperdiça tempo: um editor provavelmente cortará frases inteiras e até mesmo parágrafos quando perceber que não são necessários para contar a história. Eu leio seções de introdução de artigos que são muito amplas - parecendo descrições que você pode encontrar em um livro-texto, em vez de contextualizar o problema que os pesquisadores/autores estão apresentando nos resultados de seus artigos.


2. GUIE SEU LEITOR

Não basta saber qual é a história do seu artigo - você precisa ter certeza de que o seu leitor também a entende. Ao trabalhar várias horas todos os dias em um projeto de pesquisa, torna-se difícil imaginar o quão pouco um estranho sabe sobre ele. E quão pouco esforço eles estão dispostos a investir tentando entendê-lo...


Isso significa: Se você deseja que seu artigo seja revisado por pares, lido e citado, você deve torná-lo fácil para o seu leitor. Não quero dizer "emburrecer a ciência", mas pegar seu leitor pela mão e guiá-lo através de sua história e narrativa. Existem algumas estratégias que são úteis aqui:


a. Faça um esboço do que vai contar para o leitor em sequência, com seus resultados em gráficos e tabelas ao seu LADO, literalmente.


b. Outra estratégia para garantir que você não vai perder o seu leitor é fazer com que sua escrita flua. Fluxo significa ligar frases e parágrafos juntos para que as informações fornecidas sejam acumuladas de forma lógica, passo a passo. Veja as palavras de transição e porque são úteis. Essa técnica evita que você deixe lacunas em sua escrita, que seus leitores podem não ser capazes de entender facilmente porque eles não têm conhecimento sobre o assunto que só você sabe em detalhes.

3. MANTENHA SIMPLES

Usar uma linguagem difícil de entender não é útil para você. Não impressiona editores, revisores ou leitores. Pelo contrário, eles podem ficar mais propensos a dispensar seu trabalho porque não entendem ou ficam incomodados com o trabalho extra que têm que colocar para avaliá-lo. Lembra do advogado falando a língua deles e que não ajuda em nada para entender?


Nós precisamos desaprender a linguagem complicada que usamos por padrão quando falamos e mudar isso na escrita. Um “truque” que sugiro é simplificar a sua redação no estágio de edição, substituindo o máximo possível de substantivos por verbos. Nosso cérebro acha mais fácil compreender frases quando o significado central é transmitido por meio de um verbo e não de um substantivo. Por exemplo, tente substituir palavras como “relatamos a observação de X” pelo mais simples “observamos X.

4. MANTENHA CONCISO

Muitos clientes e parceiros me dizem que sua escrita é muito prolixa e que eles lutam para manter o limite de palavras. A verbosidade está relacionada à complexidade e é outro fator que dificulta a leitura de nossa escrita. Também desperdiça espaço e, portanto, o tempo do seu leitor.


Se você quiser tornar sua escrita mais concisa, questione cada parágrafo, frase e até palavra em seu artigo: Você realmente precisa disso para que seu artigo faça sentido? Por exemplo, evite palavras como “certamente”, “obviamente” e “simplesmente”. Eles apenas aumentam o seu texto.


Isso não significa, no entanto, que quanto mais curto é sempre melhor. Você pode precisar gastar algumas linhas a mais explicando um determinado tópico ou observação - dependendo do número de leitores de seu jornal alvo. Conhecer o seu público alvo é fundamental!


Leitura extra: https://www.escreverciencia.com/post/como-escrever-artigo-científico


58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo