• Flavia P. Zanotto

Divulgue sua pesquisa e publicação além do convencional


Vocês pesquisadores hoje podem usar muitas ferramentas online para promover e compartilhar seu trabalho. Podem se comunicar com outras pessoas, medir o impacto de suas publicações ou acessar informações relevantes em seu campo. Nesta era da internet, dispositivos móveis e mídias sociais, a rede está se tornando uma maneira essencial de manter contato com colegas, iniciar novas colaborações e deixar o mundo saber o que você está fazendo. Não somente publicar e está ok assim...

Publicar não é suficiente A maioria dos pesquisadores está ciente dos benefícios de usar o LinkedIn, o ORCID ou o Twitter para chamar atenção para o seu trabalho. E um número cada vez maior de pesquisadores está realmente começando em pelo menos uma dessas plataformas. Salvar novos resultados em arquivos de pré-impressão ou compartilhá-los em artigos de blog e serviços da Internet, como o ResearchGate, ou apresentá-los como vídeos, imagens ou slides online, também pode ser uma excelente maneira de alcançar mais pessoas e aumentar o impacto de sua pesquisa. Além disso, esse impacto pode ser facilmente monitorado usando ferramentas de rastreamento, como o Altmetric.

Fazendo o melhor uso de ferramentas online De acordo com artigo de Williams e seus colegas, o compartilhamento, o trabalho em rede e o alcance do seu trabalho de pesquisa podem trazer benefícios para o desempenho e o impacto dos cientistas - uma tendência que eles chamam de “nova alquimia” da ciência.

Um dos benefícios mais óbvios é que as pontuações altimétricas poderiam ser usadas por agências de financiamento e outras instituições para avaliar o desempenho individual de um cientista, independente dos fatores de impacto dos periódicos nos quais se publicou. No entanto, o uso de ferramentas online exige tempo e esforço, o que pode desviar a atenção de outras atividades importantes, como pesquisa, revisão ou ensino. Mas vale a pena tentar!

Rede e compartilhamento de dados - vale o esforço! Foi descoberto que investir tempo no compartilhamento de dados pode beneficiar diretamente a carreira de um cientista, especialmente considerando a crescente atenção dada à altimetria. Isso poderia levar a novas colaborações, novos financiamentos ou até mesmo facilitar novas descobertas, dizem os pesquisadores.

O artigo acima divide as ferramentas online em três categorias principais: networking, compartilhamento e rastreamento, embora muitas dessas plataformas possam atender a mais de uma função. Os autores resumem seus resultados da seguinte forma:

Networking: o LinkedIn é uma das principais ferramentas de networking para acadêmicos, mas deve ser usado exclusivamente para assuntos profissionais, não para eventos familiares ou compartilhamento de atividades informais. A plataforma é adequada para mostrar o seu trabalho de pesquisa ou postar atualizações sobre atividades recentes e outros assuntos interessantes. Manter as postagens curtas e adicionar imagens geralmente leva a mais visualizações e “curtidas”. Além disso, notícias positivas (por exemplo, um anúncio sobre um novo emprego ou artigo publicado) podem rapidamente ganhar impulso. No LinkedIn, os pesquisadores também podem compartilhar links para suas publicações mais recentes ou inserir apresentações do PowerPoint, arquivos PDF e outros. Começe hoje!

O ResearchGate e o Academia são ótimas ferramentas para publicações em rede e também podem fornecer uma plataforma adequada para perguntas e respostas técnicas. No entanto, qualquer upload de material publicado para esses serviços requer permissão do editor.

Compartilhamento: Existem muitas plataformas de compartilhamento social disponíveis. Os mais populares são o Facebook e o Instagram, mas são mais usados ​​para fins pessoais. Blogs, Twitter e Google Plus parecem ser mais apropriados para assuntos relacionados à carreira. Plataformas de compartilhamento de apresentações, como o SlideShare, também são uma excelente maneira de mostrar o trabalho de um pesquisador, e ferramentas de compartilhamento de vídeo, como YouTube, Vimeo ou Weibo, também podem ser uma boa opção. Existem também muitas plataformas online para compartilhamento de dados. Estes incluem Mendeley Data, Figshare, PubChem e outros.

Rastreamento de impacto: se você como cientista estiver interessado ​​em rastrear seus registros de publicações e monitorar o impacto de seu trabalho, uma nova maneira de conseguir isso é usando estatísticas altimétricas. Existem agora vários serviços que coletam citações de blogs, tweets, etc., e usam seus próprios algoritmos para obter uma pontuação para cada trabalho. Sites conhecidos incluem Altmetric, ImpactStory, PlumX e outros. Além disso, plataformas como ORCID ou Google Scholar podem ser usadas para publicação de maneira eficiente.


Embora o seu melhor cartão de apresentação seja sempre a sua pesquisa, a publicação científica mudou drasticamente nos últimos anos e está cada vez mais difícil resistir à nova tendência online. Embora o compartilhamento de dados em rede e online ainda não esteja no fluxo de trabalho padrão de um cientista, provavelmente há muito a perder por não participar, por isso é hora de começar!

2 visualizações
LINKS
CONTATE-NOS

flaviapz@assessoriaciencia.com

Tel: (11) 99657 4524

RAZÃO SOCIAL: FLÁVIA PINHEIRO ZANOTTO ME

CNPJ: 16.955.524/0001-76

Rua Barão de Campos Gerais, 162

CEP: 05684-000 | Real Parque

São Paulo | SP

SOCIAL

©2020 - Todos os direitos reservados. Escrever Ciência | Desenvolvido por Garden Digital