• Flavia P. Zanotto

Entendendo o Fator de Impacto de uma revista científica


Você publicou recentemente seu trabalho em um periódico de alto fator de impacto? Se sim, então parabéns! É uma grande conquista e também motivo de comemoração.

Clarivate Analytics e SCImago classificam os periódicos de acordo com o número de vezes que seus artigos foram citados. Os periódicos com maior frequência de citações têm um “fator de impacto” (JIF veja aqui) mais alto. Isso automaticamente confere maior prestígio. Além do prestígio, publicar seu trabalho em um periódico de alto impacto pode significar melhores oportunidades de financiamento e carreira.

Mas quais são os fatores que afetam a pontuação de desempenho de citações de um periódico?

1. Tipo de artigo: Artigos de revisão tendem a receber mais citações do que artigos de pesquisa. 2. Área: Pesquisadores que trabalham em determinadas áreas demoram mais para produzir resultados de pesquisa. Portanto, esses pesquisadores às vezes não conseguem ser citados dentro do período de avaliação de dois ou três anos. Além disso, algumas áreas possuem comunidades de pesquisa maiores. Por exemplo, periódicos médicos têm maiores fatores de impacto do que os periódicos de matemática ou ciências biológicas. 3. Idioma: Pesquisadores não citam periódicos que não estejam em inglês tanto quanto aqueles publicados em inglês. Portanto, periódicos que não estejam em inglês tendem a ter pontuações mais baixas. 4. Número de artigos publicados: Se dois periódicos receberem o mesmo número de citações, mas um publica um número maior de artigos, a pontuação de citações deste último será diluída, diminuindo assim sua classificação. 5. Cronograma: Os fatores de impacto são calculados usando um sistema métrico anual. Portanto, os artigos publicados em dezembro, não tem tempo suficiente para ganhar citações como os publicados nos meses anteriores.

Isso mostra que o crescimento de uma revista afeta negativamente o desempenho da citação?

É um jogo de estatísticas. Como o fator de impacto é baseado no número de artigos publicados, aumentar esse número pode afetar a pontuação de um periódico. Um jornal que sofre um crescimento rápido pode cair no ranking.

Sem dúvida, isso se igualará nos anos seguintes, mas pode ter um efeito indireto.

Um estudo da PLOS ONE analisando mudanças do fator de impacto (JIF) concluiu que uma mudança no número de artigos publicados por um periódico poderia afetar sua pontuação de desempenho por citações. Embora as estatísticas possam ser contra os periódicos em busca de expansão, uma queda nos rankings provavelmente será de curto prazo.

Em contraste com o acima exposto, diminuir o número de artigos nem sempre resulta em uma classificação mais alta. Em 1997, a revista Lancet dividiu sua seção de “Letters” em “Correspondence” e “Research Letters”. Como resultado, o JIF diminuiu de 17 para 12 devido a uma diminuição no número de artigos citáveis.

Interessante não?

8 visualizações
LINKS
CONTATE-NOS

flaviapz@assessoriaciencia.com

Tel: (11) 99657 4524

RAZÃO SOCIAL: FLÁVIA PINHEIRO ZANOTTO ME

CNPJ: 16.955.524/0001-76

Rua Barão de Campos Gerais, 162

CEP: 05684-000 | Real Parque

São Paulo | SP

SOCIAL

©2020 - Todos os direitos reservados. Escrever Ciência | Desenvolvido por Garden Digital